Total Pageviews

Friday, March 20, 2020

Em forma de poesia a vacina da esperança aparece

Minha amiga Francesca, que está de quarentena na Lombardia, enviou essa poesia sobre a pandemia no sec. XIX (Tradução Livre)

Kitty O'Meary (1839-1888)

E as pessoas ficaram em casa
E leram livros e escutaram
E descansaram e fizeram exercícios
E criaram arte e tocaram
E aprenderam novas maneiras de ser
E pararam

E ouviram mais profundamente
Alguém meditou
Alguém orou
Alguém dançou
Alguém encontrou a própria sombra
E as pessoas começaram a pensar de forma diferente

E pessoas se curaram.
E na ausência de pessoas que viviam
De maneiras ignorantes
perigosas
Sem sentido e sem coração,
Até a terra começou a curar

E quando o perigo acabou
E as pessoas se viram
Eles lamentaram os mortos
E eles fizeram novas escolhas
E eles sonhavam com novas visões
E eles criaram novas formas de viver
E eles curaram completamente a terra
Assim eles também foram curados.

Seguidores