Total Pageviews

Sunday, October 16, 2016

Sobre as eleições.






Foi uma rapidinha. Diria um humorista sobre o processo eleitoral!
Será que  houve tempo para orgasmos entre ambas as partes: eleitores e candidatos? Questiona o analista político.
O que mudou no tempo espaço e na forma de fazer campanha?  O golpe influenciou nas decisões dos eleitores?  As campanhas se livraram dos marketeiros?  Houve abuso de poder econômico?
Em Indaiatuba teve pesquisas para todos os gostos e sabores. Teve 290 candidatos a vereadores se espremendo na busca intima do voto para buscar uma entre as somente 12 vagas na Câmara Municipal menos representativa do Brasil. E nem por isso gasta menos!  
O processo de reeleição ou de eleger sucessores não foi fácil Brasil afora, mas em Indaiatuba e Taiobeiras, os resultados foram apertados mas poder de quem estava a frente da máquina  se manteve. O que faz do indaiatubano e do taiobeirense uma excessão a regra.
Em Indaiatuba o PMDB Partido do Golpe e da extinção de direitos alcançou direito a mais 4 anos de governo e 24 anos de poder para  um mesmo grupo político. Em Taiobeiras - MG,  salve a memória, já serão 16 anos de um mesmo grupo político, o do PSDB Partido que perdeu a eleição e uniu se com o PMDB para praticar o golpe que vem cortando pão, filosofia e direitos sem falar da PEC 241 que irá congelar a alma do povo.
Taiobeiras e Indaiatuba são dicas para quem quiser fazer estudos eleitorais sobre comportamentos e sobre a força que a máquina pública exercem na reeleição e eleição de sucessores. Na contramão de capitais como Belo Horizonte, Rio de Janeiro e até mesmo São Paulo, cujo o prefeito moderno, jovem fez um mandato histórico e inovador para cidade e ainda assim a maioria preferiu um empresário apresentador.

Não faltarão objetos de estudos para os cientistas políticos, apesar de ter sido uma rapidinha!

Todo dialeticamente



Ontem, hoje e amanhã.
Todos os dias são dias dos pofessores
Dia de ensinar e de aprender
De lançar a semente sem se arrepender
Dia de palavras, de gestos de afetos
Ensinar é mostrar o caminho
caminhando juntos.
É ser peciente e compreender
que o processo pode ser diferenciado
uns aprendem a somar com pães
outros com abacates,
uns interpretam textos sem sentido
outros querem sentido a interpretação.
Todos os dias a educação está presente
formal ou informal.
As quase 500 escolas ocupadas em todo Brasil
é um recado claro de que a Escola toma Partido
pela educação pública de qualidade e contra
a censura e desmonte que o Golpe vem promovendo.




Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende.... Frase de Guimarães Rosa.

Wednesday, October 12, 2016

Pequenas Crônicas do Cotidiano



por Janio Ribeiro - Que já escreveu crônicas em Jornais e Sites de Indaiatuba 

Em vão eu rabisco algumas letras de  palavras cruzadas, mas elas não se cruzam assim logicamente falando,  o que fica cruzado é uma interrogação em minha mente,  que simples-mente não ajuda na solução para dicas simples como:  sentimento raro, com cinco letras.
Amor, Love. Teria acertado em cheia se meu coração não estivesse fechado para os pequenos e belos detalhes da vida. E a palavra cruzada ficou lá perdida num jornal sangrento,  numa página entre a lua cheia em virgem e as velhas profecias do fim do mundo.

Faltou pouco. Cinco palavras! E quem sabe alguns olhares entrecruzados. 

Monday, October 10, 2016

palavras cruzadas.











Golpe nos direitos da população. São necessários 3/5 do Congresso e dois turnos para aprovação. Limita em 20 anos investimentos em saúde pública, moradia, educação pública, valorização dos servidores, investimentos no cultura. É resultado de um processo que pretende acabar com o Estado Social do Governo Lula/Dilma. Fim do FIES, Farmácia Popular, Valorização do Salário Mínimo, Pontos de Cultura, UPAS, Universidades, Prouni. 
3 letras e 3 números 
um mega jantar para os representantes, uma mesa vazia para o futuro do povo. 

                                             janio ribeiro,      poeta sem voto, ]
                                                     nas horas vagas da vida
                                                      tem um Acrísio na estante
                                                      e versos sem rimas na gaveta   
                                                   

Sunday, October 09, 2016

49 anos depois


    Ainda é primavera em La higuera
    dos remotos combates
    as sementes brotaram dia-leticamente
    e lá onde parecia impossível os indígenas
    reencontrar seu socialismo puro -   
    as flores desabrocharam um novo tempo. 

    Ainda é primavera em La higuera 
    os joios do imperialismo egoísta 
    ainda tenta impedir o pão para todos.
    mas as flores diversas insistem em aparecer
    de vez em quando a cada nova estação.

    As formas são outras, 
    Os desafios os mesmos:
    Construir a unidade na diversidade 
    Exercer o poder  sem perder a flexibilidade
    Construir a hegemonia com ternura e afeto.
    Encontrar - dia logar -  agregar  corações e mentes.

    Ainda é primavera em La higuera, 
    em Havana, em Santa clara,
    o velho fuzil repousa na construção
    do acordo de paz na Colômbia 
    mas seu grito de resistência ainda 
    é lição nas escolas brasileiras ocupadas.

    Eles podem derrubar um dois, três governos, 
    suprimir os votos, quebrar as urnas
    enganar o povo com o olho de tandera da mídia.

    Poderão enterrar inocentes -
    cassar mandatos e partidos
    mas a luta , a resistência -
    o chamado ao bom combate
    são sementes a renascer  a cada primavera
    fazendo jus ao ditado indígena mexicano.

Resultado de imagem para flores em la higuera bolívia
Imagens ilustrativa da Selva Boliviana

Seguidores